NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020
ESPORTES
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020, 18h:37

MARCELO CHAMUSCA

"A gente fica com sentimento de tristeza", diz técnico do Cuiabá após empate na Arena

Para Chamusca, a ausência de dez jogadores, lesionados ou suspensos, pesou para a perda da liderança

ADMAR PORTUGAL
Da Reportagem
Marcelo Chamusca

A ausência de dez jogadores, lesionados ou suspensos, pesou para que o Cuiabá não conquistasse os três pontos no jogo de quarta-feira na Arena Pantanal diante do Paraná. O embate, válido pela 17ª rodada da Sperie B deo Campeonato Brasileiro terminou empatado em 3 a 3, resultado que tirou o representante de Mato Grosso da liderança do torneio nacional.

O comandante técnico do Dourado, Marcelo Chamusca, conta que reconheceu o mérito do adversário por ter conseguido "construir aproveitando alguns erros do Cuiabá, mas a ausência de vários jogadores de sua equipe foi fundamental no resultado que considera injusto até pelo que o grupo aprsentou em campo".

No entendimento de Chamusca, o time pecou no setor defensivo, que vinha sendo o ponto forte da equipe em jogos anteriores garantindo os resultados positivos, principalmente em casa. Com as ausências do capitão e zagueiro Anderson Conceição, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e do substituto imediato, Luiz Gustavo, suspenso por expulsão no jogo contra o Guarani, do lateral esquerdo Romário e dos volantes Rafael Gava e Auremir, estes últimos lesionados, o treinador precisou improvisar.

Começou jogando com João Carlos; Hayner, Everton Sena (Léo), Ednei e Lucas Hernández; Matheus Barbosa e Jean Patrick. No decorrer do jogo substituiu Sena por Léo e Jean Patrick por Ferrugem. A falta dos titulares, admitiu Chamusca, influenciou no resultado.

"Estamos numa fase em que os jogadores mais consistentes na parte defensiva estão lesionados e estamos com muita dificuldade para construir esta dupla [Anderson Conceição e Everton Sena] que dê um pouco mais de força de marcação. A gente ainda tinha a ausência de Luiz Gustavo, suspenso no último jogo e a gente ficou com poucas opções para o setor, ter mais consistência e sofrer menos no jogo", justificou.

O treinador está ciente que o time não vai ter uma campanha invicta e sabe que vai oscilar de acordo com as ausências de jogadores. Foi assim entre a sétima e nona rodadas, quando também ficou sem oito atletas e o rendimento caiu, causando, inclusive, a perda da invencibilidade no ano ao ser derrotado pelo Vitória por 4 a 2. Principalmente pelas dificuldades, o treinador viu pontos positivos no jogo e elogiou a postura do elenco.

"A gente fica com o sentimento de tristeza. Vínhamos numa seqüência de vitórias muito boas nos jogos em casa. Acho que tiveram alguns pontos positivos, como a superação da equipe para conseguir reverter, mesmo tomando gols em momentos bem complicados no jogo, e tivemos toda possibilidade de somar mais três pontos na tabela. Infelizmente não conseguimos", finalizou.

Agora vice-líder, com os mesmos 33 pontos da Chapecoense (que tem um jogo a menos), o Dourado começa a preparação para enfrentar o Sampaio Correa, neste sábado (24) em São Luis (MA).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL