NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020
CIDADES
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020, 09h:25

RECUPERAÇÃO

Vítima de acidente no Pantanal é transferida para o Rio

Renato de Oliveira Souza, que integra a Polícia Civil do Distrito Federal, estava internado em um hospital de Cuiabá

Da Reportagem
Mayke Toscano
Renato de Oliveira Souza, da Força Nacional e comandante da aeronave que caiu durante ações de contenção de incêndio no Pantana

Vítima do acidente aéreo ocorrido no Pantanal, no dia 8 de outubro, integrante da Força Nacional foi transferido, na quarta-feira (21), para o Rio de Janeiro (RJ), em UTI aérea do Governo de Mato Grosso.

Renato de Oliveira Souza, que integra a Polícia Civil do Distrito Federal, estava internado em um hospital de Cuiabá desde o dia do acidente e decolou na aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), após receber autorização médica.

O irmão dele, Rogério de Oliveira Souza estava na Capital há 15 dias e se emocionou ao falar da recuperação do policial civil e também do apoio institucional.

Ele avalia que, em três meses, o irmão estará recuperado fisicamente, e frisa que é preciso valorizar os heróis em vida.

“Quando a gente vê uma pessoa querida, é uma situação complicada, então é uma alegria ver que ele está fora de perigo agora, principalmente porque é raro sobreviver a acidentes aéreos. Felizmente, o Renato conseguiu dar os últimos comandos e o tripulante conseguiu adotar tudo, então na verdade um salvou o outro”.

Segundo o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, é papel do governo de Mato Grosso disponibilizar essa estrutura, tanto no momento do acidente quanto no retorno do piloto, para que continue o tratamento perto da família.

Já o médico do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), Otávio Fernandes, que compõe a equipe da UTI aérea, falou sobre a avaliação que resultou na aprovação do transporte do paciente.

“Ele teve uma fratura na lombar, foi feita a cirurgia necessária, é um paciente estável que está retornando para a cidade natal, onde vai dar continuidade aos cuidados. Tem uma equipe médica já que irá recebe-lo no aeroporto e depois ele segue para casa, já que o atendimento será feito em sistema de home care”.

O helicóptero da Força Nacional caiu no Pantanal, próximo ao Porto Jofre, na tarde do dia 08 de outubro deste ano, com três integrantes.

Além de Renato de Oliveira Souza, estavam no helicóptero o copiloto Luiz Fernando Berberick, da Polícia Civil do Rio de Janeiro (RJ), e o 2° sargento PM Emerson Miranda Martins, da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro.

Todos foram resgatados por um helicóptero da Marinha do Brasil com vida e foram encaminhados até Cuiabá para atendimento médico pela UTI aérea do Ciopaer.

No próximo sábado (24), está previsto o transporte de outro integrante da Força Nacional também. Já o outro ferido está em melhores condições de saúde e não precisará da UTI Aérea. A aeronave e a tripulação auxiliavam os trabalhos da operação “Pantanal II”, que combate as queimadas naquela região, sob orientação do Comitê Integrado Multiagências de Mato Grosso (Ciman-MT). As causas do acidente são apuradas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL